Game “Ataque dos Titãs” será lançado em agosto no ocidente

Produzido pela Tecmo Koei, o combate agora é contra hordas de gigantes

O game inspirado em Ataque dos Titãs, foi Lançado no Japão em fevereiro e produzido pela Tecmo Koei. será lançado no Ocidente dia 30 de agosto. Será possível comprar versões físicas e digitais paraPS4, mas apenas digitais para PS3 e PS Vita.

O jogo terá fases que vão focar em personagens específicos, todos eles com as vozes dos mesmos dubladores da animação. A promessa é de que os personagens se movimentarão em todas as direções com a 3D Maneuver Gear, assim como na obra original. Você também poderá optar por se aproximar dos titãs de forma sorrateira, ou desafiá-lo abertamente.

A produtora Omega Force é conhecida por Dynasty Warriors e Samurai Warriors, e pela adaptação One Piece: Pirate Warriors. O game chegará dia 18 de fevereiro no Japão para PlayStation 4 (plataforma-base do desenvolvimento), PlayStation 3 e PlayStation Vita. Por enquanto não há data para outras regiões.

Supercomputador da Nvidia tem potência de 250 servidores e foi pensado para inteligência artificial

nvidia-dgx-1

O supercomputador Nvidia DGX-1 tem a potência de 250 servidores e foi pensado para cientistas que trabalham com inteligência artificial. Desenvolvido para o deep learning, ele pode dar a pesquisadores acesso a uma nova classe de máquinas que aprendem e entendem o mundo como os seres humanos.

Falando em números bem altos, o DGX-1 consegue entregar desempenho de cerca de 170 teraflops, podendo ser ligado em rede para entregar até 2 pentaflops. É o nível de poder computacional necessário para o desenvolvimento de veículos autônomos, para robótica e supercomputação.

nvidia-dgx-2

A Nvidia diz que a máquina pode ser treinada para reconhecer imagens, e consegue fazer isso com mais rapidez do que outros servidores. Isso é especialmente útil para quem desenvolve veículos autônomos, por exemplo – o reconhecimento de imagens pelo carro é mais rápido, e ele consegue entender melhor o mundo ao seu redor.

Por dentro, o DGX-1 roda dois chips Intel Xeon, cujas especificações não foram detalhadas pela Nvidia. Para a parte gráfica, ele conta com oito GPUs Tesla P100 baseadas na nova arquitetura Pascal da empresa.

O DGX-1 vai ser lançado nos EUA em junho e em outras partes do mundo no terceiro trimestre de 2016. A Nvidia não divulgou ainda qual será o preço do sistema.

GizModo

Revelado visual de novos stormtroopers no filme “Star Wars: Rogue One”

Capa da Publicação

hoje foi liberado um vídeo promocional anunciando a estreia do primeiro trailer de Star Wars: Rogue One, o novo filme que deve se situar no Universo de Star Wars, pouco antes dos eventos mostrados em Episódio IV: Uma Nova Esperança. O vídeo mostra o novo visual que deverá ser adotado por alguns stormtroopers. Confira:

Chamados de “Death Troopers“, graças a alguns rumores, esses novos soldados imperiais aparentemente devem fazer o trabalho sujo, exterminando qualquer ameaça pela frente – não muito diferente do que os outros são ordenados a fazer.

Confira abaixo duas imagens mostrando o novo traje dessa classe de troopers:

Rogue One: A Star Wars Story estreia em 16 de dezembro de 2016.

Personagem dos quadrinhos poderá morrer, DC Comics dá pistas em frase duvidosa

Capa da Publicação

A DC finalizou a história de um de seus icônicos personagens, lançada recentemente, com a seguinte frase: “Estou morrendo“. Elas dão pistas a respeito do que acontecerá na nova linha da editora, a DC Rebirth!

Atenção: SPOILERS das edições mais recentes dos títulos da DC Comics a seguir!

Nas páginas de Superman #51, o Homem de Aço revela que está morrendo, por não ter conseguido se recuperar muito bem das suas últimas batalhas, contra Rao e Vandal Savage, e com isso, seu corpo está lentamente se tornando fraco. Isso explicaria perfeitamente o porquê do sumiço do personagem no material promocional da DC Rebirth. 

A ideia que tem mais tomado conta dos fóruns de fãs é a de que o Superman deve morrer e ser substituído por sua versão Pré-Novos 52, que já foi confirmado nas páginas de Action Comics. Outra teoria que surgiu vem de um título escrito por Dan Jurgens, que falou sobre a ideia de ter uma revista onde Clark Kent e o Superman fossem pessoas diferentes. Assim sendo, muitos fãs acham que o atual Superman pode perder seus poderes, enquanto o pré-Novos 52 assume seu lugar no mundo heroico.

Star Wars | Rogue One ganha novo teaser; trailer sai amanhã

Teaser foi publicado em rede social

O Instagram oficial de Star Wars publicou um teaser para Rogue One: A Star Wars Story, novo filme da série. No texto da postagem, o aviso de que o trailer será lançado no dia 7 de abril, amanhã, no programa Good Morning America. Confira a prévia:

No universo de Star Wars, Rogue 1, ou Líder dos Rogues, era o piloto mais habilidoso do Esquadrão Rogue (também chamado Esquadrão Desordeiro no Brasil), a equipe de elite de pilotos da Aliança Rebelde. Ao longo dos anos, vários personagens ocuparam o posto de Rogue 1; os mais famosos são os dois primeiros, Luke Skywalker e Wedge Antilles (piloto que deu o disparo que destruiu a segunda Estrela da Morte). Antilles é celebre por ser o único piloto da Aliança a sobreviver aos ataques às duas Estrelas da Morte.

O longa é dirigido por Gareth Edwards (Godzilla) e chega aos cinemas em 15 de dezembro de 2016.

Omelete..Uol

Ator de Game of Thrones será vilão no filme “Velozes e Furiosos 8”

Norueguês Kristofer Hivju está confirmado no longa
O vilão escalado para estrelar no filme Velozes e Furiosos 8 será vivido pelo ator Kristofer Hivju, conhecido por atuar em Game of Thrones como Tormund Giantsbane.

O oitavo longa da franquia também pode ter cenas filmadas am Cuba. Anteriormente a franquia já passou por Japão, Londres, Abu Dhabi e Brasil (cuja maioria das cenas foi rodada, na verdade, em Porto Rico), entre outros. Rumores indicam que Charlize Theron seria a vilã principal do longa, mas nada passa de boato por enquanto.

Velozes e Furiosos 8 chegará aos cinemas em 14 de abril de 2017 e será seguido pelo Velozes e Furiosos 9 em 19 de abril de 2019 e o Velozes e Furiosos 10 em 2 de abril de 2021 (20 anos depois do primeiro filme).

Netflix vai produzir filme com atores do mangá “Death Note”

Diretor Adam Wingard continua no projeto

A adaptação hollywoodiana do mangá Death Note, aos comandos da direção de Adam Wingard, deixou a Warner Bros. para agora fazer parte da Netflix. A informação é o The Wrap.

De acordo com a publicação, a Warner liberou Wingard para negociar o projeto há alguns meses e vários estúdios se interessaram. O acordo com a Netflix não foi revelado em detalhes, mas deve seguir a mesma linha estabelecida de quando estava com a Warner, onde se basearia nos três primeiros volumes da obra.

Nat Wolff (A Culpa é das EstrelasCidades de Papel) foi escalado para o papel de Light Yagamii, um estudante que encontra um caderno que causa a morte de quem tem o nome escrito nele. Depois de constatar o assombroso efeito, ele começa a exterminar criminosos, sob a alcunha de Kira. Logo ele passa a ser caçado por L, o maior detetive do mundo. Margaret Qualley também está no elenco.

Além da versão americana, o mangá ganhará mais um filme com atores no Japão.

Death Note, da dupla Tsugumi Oba e Takeshi Obata, foi publicado originalmente no Japão na revista mensal Shonen Jump entre 2003 e 2006, gerando depois 12 volumes encadernados, publicados no Brasil pela editora JBC, além de adaptações a outras mídias. 

Cenas inéditas em novo trailer de “Capitão América: Guerra civil”

Divulgado mais um novo trailer de Capitão América: Guerra civil . O novo vídeo tem como destaque a presença de algumas cenas até então inéditas, como a luta entre o Capitão América (Chris Evans) e o Pantera Negra (Chadwick Boseman).

Capitão América: Guerra civil estreia primeiro no Brasil, quando o filme chega aos cinemas em 28 de abril. O longa-metragem é uma sequência de Capitão América: O soldado invernal, lançado em abril de 2014.

Sinopse: O herói se desentende com Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), quando diversos governos propõe uma lei de registro de super-heróis. A divergência entre os dois acaba dividindo o time dos Vingadores, com Bucky, Homem-Formiga, Feiticeira Escarlate, Falcão e Gavião Arqueiro apoiando o Capitão e Visão, Viúva Negra, Máquina de Combate e Pantera Negra do lado do Homem de Ferro.

Já dá para jogar PlayStation 4 em Mac ou Windows, e é surpreendentemente simples

Games E3 Sony

Donos de um Sony PlayStation 4 devem atualizar o console o mais rápido possível. A nova atualização de sistema 3.50 trouxe vários recursos desejados pelos jogadores, incluindo a possibilidade de aparecer como se estivesse offline (útil para evitar amigos que querem que você volte a Destiny enquanto você quer jogar The Division) e também de agendar eventos online (útil quando seu grupo de The Division precisa definir um horário para estar online).

Mas a melhor parte da atualização 3.50 é a função de rodar jogos de PS4 remotamente em um dispositivo Windows ou Mac. Se você precisa dividir a TV da sala com outras pessoas, é uma notícia excelente. Chega de brigar para ver quem vai ficar na TV – você só precisa de um controle de PS4, um cabo USB e uma internet confiável – a Sony sugere taxas de upload e download de 12 Mbps.

A configuração é surpreendentemente simples. Siga as instruções neste link para instalar o PS4 Remote Play no seu computador, e depois é só garantir que o recurso esteja ativado no PS4.

ps4-mac

Você vai precisar de um excelente roteador se planeja jogar remotamente no seu computador com frequência. Em casa uso um ASUS RT-AC68U (um dos mais rápidos da atualidade) com o PS4 ligado diretamente via ethernet – então jogar em rede local não deveria ser um problema. Infelizmente, nas duas primeiras tentativas, o app do Remote Play me disse que a conexão não era rápida o suficiente.

Depois de um tempo, consegui conectar e não tive mais problema algum de conectividade. Diria que os gráficos não ficam tão bons no computador como ficariam jogando na TV. Morri algumas vezes em The Division antes de regular o brilho e me aproximar da tela para conseguir eliminar os malfeitores.

Até agora, o único jeito de jogar com um console remotamente em um PC era usando o Xbox One e o Windows 10 (ambos da Microsoft). O app da Sony é o primeiro a permitir isso também em Mac. E também não exige o Windows 10 – funciona também no Windows 8.1.

GizModo